Funcionamento das academias da cidade foi liberada na 4ª etapa do plano de retomada das atividades. Higienização e oferta de álcool estão na lista obrigações. Academias voltam a funcionar em Vitória da Conquista, em meio à pandemia
Professores e alunos com máscaras ou proteção facial, além de separados 4 m² uns do outros, fazem parte do novo cenário das academias de ginástica de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Os estabelecimentos voltaram a funcionar na segunda-feira (13), durante a pandemia do novo coronavírus.
Nesta quarta-feira (14), em uma academia da cidade, já tinham clientes bem cedo. No chão, adesivos com mensagens que pedem às pessoas que mantenham a distância. Os alunos só puderam entrar com máscara, e não é permitida a retirada durante as atividades.
Nas aulas, mesmo com proteção facial, os professores mantiveram a distância entre os alunos, ao dar orientações dos exercícios físicos.
Adesivo no chão de academia em Vitória da Conquista
Reprodução/TV Bahia
A prefeitura de Vitória da Conquista informou que as medidas de proteção e segurança são obrigatórias nas academias. Elas devem ofertar álcool em gel 70%, o uso de máscara, tapetes de desinfecção, a presença de um aluno a cada 4 m², agendamento da frequência e a higienização mais rigorosa dos equipamentos utilizados.
Essas obrigações estão sendo fiscalizadas por agentes municipais, que fazem rondas pelas academias da cidade, segundo informou a prefeitura.
A autorização para reabertura também é válida para as academias de condomínios verticais e horizontais.
O retorno das academias faz parte da 4ª etapa do plano de reabertura do comércio na cidade. Na terceira etapa de reabertura, bares e restaurantes voltaram a funcionar na cidade, após ser adiada por duas vezes. O comércio reabriu na cidade no dia 1º de junho. A segunda etapa começou no dia 8 de junho.
Conforme dados divulgados pela prefeitura de Vitória da Conquista, na noite de terça-feira (14), a cidade tem mais de 1, 2 mil casos confirmados do novo coronavírus e já registrou 23 óbitos.
Vitória da Conquista tem 63% de ocupação nos leitos clínicos e 66%, nos leitos de Terapia Intensiva (UTI), a ocupação é de 66%.
Confira mais informações do estado no G1 Bahia.
Academias voltaram a funcionar em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, durante a pandemia do novo coronavírus
Reprodução/TV Bahia