Iniciativa ocorreu após a instituição receber quase R$2 milhões do MEC. Há previsão também de produção de álcool em gel e aquisição de EPIs com dinheiro. Projeto da UFRB vai desenvolver respirador artificial para ajudar no combate à Covid-19
A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) anunciou que vai desenvolver, entre outras coisas, um respirador artificial de baixo custo para ajudar no combate da pandemia da Covid-19. A iniciativa ocorreu após a instituição receber quase R$2 milhões da Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC).
Conforme a UFRB, o total recebido foi de R$1.838.783,90, depois que a instituição enviou um plano de ação elaborado pela Administração Central, Centros de Ensino e pelo Comitê de Acompanhamento e Enfrentamento à Covid-19 para o MEC, em abril deste ano.
A expectativa é que além do respirador, seja possível a compra de insumos para produção de álcool 70% e máscaras de acetato para serem distribuídos nas unidades de saúde dos municípios do Recôncavo, Portal do Sertão e Vale do Jiquiriçá.
Todas as ações serão nos laboratórios da UFRB, por meio do trabalho de professores, técnicos e estudantes das diversas áreas que integram os cursos de graduação e de pós-graduação da universidade.
Detalhes foram passados por Tatiana Veloso, pró-reitora de extensão da UFRB.
Reprodução / TV Subaé
“São recursos que serão usados para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), produção de álcool 70, protetores faciais; produção do hipoclorito de sódio, água sanitária, como também de respiradores artificiais automatizados, a partir de protótipos, nos campi de Amargosa, Cruz das Almas e e Feira de Santana”, disse Tatiana Veloso, pró-reitora de extensão da UFRB.
Ela completou pontuando que as ações e produções serão destinadas para as comunidades.
“Já em Santo Antônio de Jesus, será implantado um laboratório de monitoramento da infecção do novo coronavírus em profissionais das unidades de saúde. São aquisições destinadas para unidades de saúde, assistência social, em população de vulnerabilidade nos territórios no recôncavo, Portal do Sertão e Vale do Jiquiriçá”, finalizou.
Confira mais informações do estado no G1 Bahia.
Covid-19: Universidade na BA desenvolverá respirador artificial de baixo custo para ajudar no combate da pandemia
Divulgação/Prefeitura de Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui