Segundo a prefeitura, localidade tem quase 8 mil denúncias registradas. Em seguida, estão Pernambués (5.246), Fazenda Grande do Retiro (5.108) e Paripe (4.761). Bairro de Cajazeiras, em Salvador
Portal Fala Cajazeiras/Divulgação
A região de Cajazeiras, em Salvador, lidera o número de denúncias feitas ao Disque Coronavírus, através do telefone 160, para relatar descumprimento das medidas de isolamento social. De acordo com a prefeitura da capital baiana, o bairro, que passa por medidas regionalizadas de restrição mais rígidas, contabiliza quase oito mil chamados de março a agosto.
No bairro, o número mais acentuado de denúncias ocorre principalmente na rótula da X. A prefeitura afirma que as ligações começam normalmente às quartas-feiras e se intensificam na quinta, sexta, sábado e domingo.
Atrás de Cajazeiras na lista de bairros com mais denúncias estão Pernambués (5.246), Fazenda Grande do Retiro (5.108), Paripe (4.761), Liberdade (4.644), Itapuã (4.588) e São Marcos (4.339).
Já os locais que têm menos denúncias são as Ilhas (Maré, Frades, Bom Jesus dos Passos), Areia Branca, Alphaville II, Porto Seco Pirajá, Horto Bela Vista, Jardim Placaford e Jaguaribe.
De acordo com a administração municipal, o maior número de denúncias está relacionado a queixas contra estabelecimentos comerciais que descumprem os decretos municipais, com formação de aglomeração e exercício de atividade sonora, principalmente nos finais de semana.
Desde o início da pandemia, 230 mil ligações já foram feitas ao 160. Dessas, 136 mil geraram algum registro para o órgão responsável..
Além do telefone, o cidadão também pode encaminhar solicitações ou denúncias para o e-mail: ouvidoria@salvador.ba.gov.br, ou acessar o portal Fala Salvador. A denúncia pode ser sigilosa.
Confira mais notícias do estado no G1 Bahia.