Marcio Vitor ajudou ciclistas em trilha na região de Feira de Santana, ofereceu pedal da própria bicicleta e, uma semana depois, foi presenteado. Márcio Vitor ao lado dos ciclistas que fazem parte do grupo que doou a bicicleta na Bahia
Arquivo Pessoal
“Eu fiquei muito feliz. Eu nem acreditava, não imaginava”, diz Márcio Vitor das Neves Araújo, de 12 anos, relembrando o momento em que ganhou uma bicicleta nova. O presente veio de um grupo de ciclistas que ficou perdido em uma trilha e foi ajudado pelo garoto.
Junto à mãe e um dos irmãos, de 14 anos, Márcio Vitor mora em um distrito da zona rural de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. Foi nessa região que o grupo de ciclistas se perdeu. Além disso, o pneu da bicicleta de um deles furou e o pedal de outro quebrou.
Ao oferecer o próprio pedal para o ciclista e recusar compensação em dinheiro, voltando para casa com a bicicleta avariada, Marcio Vitor chamou a atenção dos ciclistas. Eles então resolveram retribuir o gesto do menino com uma bicicleta nova.
“Quando eu ganhei a bicicleta, a gente [ele e os ciclistas] deu uma voltinha. Ela é do jeito que eu imaginava. É bonita. Todas as bicicletas que eu tinha quebravam. Meu irmão comprou essa [a velha] e me emprestava. Foi com ela que eu ajudei eles na trilha, mas estava bem velha”, conta Márcio Vitor.
A mãe do garoto também falou do desejo dele de ter uma bicicleta nova, mas a família não tinha como comprar.
“Ele sempre falou: ‘Minha mãe, eu quero ter uma bicicleta nova ou um cavalo’. E eu disse: ‘Eu não tenho como te dar nada disso, Vitor, mas com fé em Deus você vai conseguir ainda'”, disse Silvani Ferreira.
Márcio Vitor com a bicicleta nova e a antiga na casa onde mora, no distrito de Feira de Santana, na Bahia
Arquivo Pessoal
Márcio Vitor detalhou que além da felicidade em ganhar a bicicleta, ficou contente com as luvas e o capacete que também recebeu dos ciclistas.
“Ganhei tudo, até roupa de trilha. Eu queria que eles [os ciclistas] tivessem aqui todo dia fazendo trilha comigo, mas eles não podem, porque trabalham. A minha bicicleta nova eu só estou usando para ir na casa de minha avó, que é aqui pertinho”, conta o garoto.
O pai de Márcio Vitor contou que toda a família está feliz pelo presente e pelos novos amigos que o filho fez. Segundo ele, o comportamento de Marcio Vitor não o surpreendeu.
“Isso de Vitor é da nossa criação. A mãe cuida muito bem dele. Eu, sempre à distância, estou chamando ele, de como ajudar as pessoas. Não tenho falsidade com ninguém. Se eu não puder ajudar, não atrapalho”, disse o operador de máquina Roberto de Almeida Araújo.
Paulo não mora com a família, pois sempre está em viagem à trabalho. Agora ele atua em Saubara, na Bahia, mas diz estar sempre acompanhando os filhos. Ele ainda relembrou uma ocasião, em que Marcio Vitor ficou triste por não conseguir ajudar uma mulher na estrada.
“Um dia, indo para Cabuçu [distrito de Saubara], nós passamos na estrada, e ele disse: ‘Meu pai, tinha uma mulher ali, acho que o carro dela está quebrado, vamos ajudar’. Aí eu disse: ‘Vitor já passei do local e não tenho como retornar’. Eu senti que ele ficou triste por não poder ajudar, e sempre é assim: quando ele vê uma pessoa, ele quer ajudar. É meu orgulho. Os outros [filhos] também são, claro”, conta Paulo.
Garoto comoveu ciclistas
Grupo de ciclistas se une para ajudar menino que vive na zona rural de Feira de Santana
Márcio Vitor comoveu um grupo de ciclistas que estava perdido na região de Feira de Santana e que teve equipamentos quebrados na região durante uma trilha. Segundo o ciclista Cristiano Torres, de 42 anos, após dar o pedal de sua bicicleta, o menino recusou dinheiro e disse: “Não precisa. Deus me deu um, Deus me dá dez vezes mais”, disse. Após isso, eles resolveram se reunir e comprar uma bicicleta para o menino. [Assista vídeo acima]
“Começamos a pedir nos grupos, as pessoas começaram a mandar donativos, cestas básicas, roupas e aí a gente doou. Além disso, dividimos o valor de uma bicicleta por praticamente 20 pessoas, e ele ficou feliz”, conta o ciclista.
De máscara, o grupo voltou ao encontro de Márcio Vitor e fez uma doação no dia 14 de junho. A ação foi gravada por um dos integrantes do grupo.
“Você não falou que Deus ia te dar em dobro? Olha aí. Olha o que Deus fez”, dizia Cristiano no vídeo.
Após ver a surpresa, o menino se emocionou e foi aplaudido pelo grupo de ciclistas.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Márcio Vitor ainda com a bicicleta velha, quando ajudou os ciclistas perdidos na trilha na Bahia
Arquivo Pessoal
Equipe do pedal indo levar a bicicleta para Márcio Vitor na zona rural de Feira de Santana
Reprodução/Redes Sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui