O presidente da distrital de Dallas do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Robert Kaplan, garantiu que os juros seguirão baixos pelos próximos anos e reconheceu que esse quadro de juros em 0%, por um período prolongado, pode ter efeitos colaterais para poupadores, ao encorajar a tomada de risco.

“O risco excessivo e as distorções nos mercados financeiros podem levar a maiores fragilidades, excessos e desequilíbrios que podem, em última instância, comprometer a realização dos objetivos do Fed”, explicou, em ensaio divulgado nesta terça-feira.

Kaplan ponderou que há uma diferença entre promover uma política monetária acomadatícia e manter juros baixos. Para ele, após a crise, o BC americano deve estar disposto a ser mais acomodatício do que no passado, a fim de fomentar um mercado de trabalho mais inclusivo e impulsionar a inflação para a meta de, em média, 2%.

“No entanto, estou ciente de que, à medida que a economia se aproxima do pleno emprego e estamos no caminho para alcançar nossos objetivos de estabilidade de preços, a taxa de juros nominal de equilíbrio (a taxa de Fed Funds na qual a política monetária não é restritiva nem acomodatícia – muitas vezes referida como R *) provavelmente aumentará”, avaliou.

The post Fed: há custo em manter os juros em zero por período prolongado, diz Kaplan appeared first on InfoMoney.