O CEO da Alphabet (empresa-mãe da Google), Sundar Pichai, concedeu uma entrevista à Time onde falou sobre os esforços da empresa no que diz respeito ao combate à desinformação e às notícias falsas.

 

“Fizemos muitos progressos. A desinformação pode ser perigosa. As plataformas online desempenham um papel em ampliá-la. O trabalho que fizemos para perceber o que é desinformação, conteúdo de baixa qualidade e garantir que isso não é recomendado e partilhado tem sido o nosso esforço principal”, apontou Pichai.

Tal como outras empresas, como o Facebook e o Twitter, a Google está implementando mecanismos e procedimentos para lidar com as eleições nos EUA. Para o líder da Alphabet, “a dificuldade está em áreas com mais nuances onde as pessoas não concordem no equilíbrio entre liberdade de expressão e qual é o tipo de discurso que deve ser propagado”.