Há risco de danos à saúde e ao meio ambiente, por causa da possibilidade de incêndios florestais. Barreiras registra índice de umidade relativa do ar semelhante ao de áreas desertas
As regiões oeste e sudoeste da Bahia estão com umidade relativa do ar chegando a 12%, nesta terça-feira (29), um índice que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera desértico. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de perigo para as áreas e fez recomendações por causa do risco à saúde.
Uma das cidades afetadas é Barreiras, onde os moradores enfrentam calor e tempo seco. Segundo o alerta do Inmet, é preciso que a população fique atenta para o desconforto nos olhos, boca e nariz, além do ressecamento da pele. Há também risco de incêndios florestais.
O agrometeorologista Marcus Wanderley informou que esse percentual de umidade relativa do ar não é o considerado normal para a área mesmo em períodos mais secos.
“A situação é altamente desconfortante para a questão do conforto térmico humano e prejudicial à saúde. Historicamente, nossa região tem, no trimestre de julho, agosto e setembro, a umidade relativa girando em torno de 27%. Ou seja, esse grau de alerta está com umidade muito abaixo da nossa umidade média mínima”, diz.
“No entanto, infelizmente, nós teremos que conviver com isso porque não há previsão, pelo menos a curto prazo, de uma mudança que esteja aumentando essa umidade relativa. Principalmente porque na nossa região, atualmente, tem uma zona de alta pressão que inibe a formação de nuvens, e essa zona vai deixar essa semana quente e seca”, explicou.
Regiões oeste e sudoeste da BA têm ‘clima de deserto’, umidade do ar chegando a 12% e alerta do Inmet
Reprodução/Inmet
Outras cidades das regiões, como Barra, que registra queimadas há 14 dias, Abaíra, Brumado, Caetité, Campo Alegre de Lourdes, Tabocas do Brejo Velho, Xique-Xique também estão na lista de municípios que sofrem com a baixa umidade do ar.
No caso de queimadas, a população pode ligar para Corpo de Bombeiros (193) e para a Defesa Civil (199).
As recomendações do Inmet para evitar prejuízos à saúde são:
Beba bastante líquido;
Atividades físicas não são recomendadas;
Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia;
Use hidratante para pele e umidifique o ambiente.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Assista ao Jornal da Manhã