Documento publicado nesta quinta (9) é uma atualização das medidas definidas pela Organização em março, com o início da pandemia. Coronavírus pode ser transmitido pelo ar sem contato físico, reconhece OMS.
Fantástico
A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou nesta quinta-feira (9) uma atualização das medidas de prevenção contra o coronavírus e incluiu, entre as formas de transmissão do vírus, a transmissão pelo ar.
Com a nova publicação, a OMS reconhece que o coronavírus pode ser transmitido de três formas diferentes:
Contato com gotículas expelidas por infectados ao tossir ou falar
Contato com superfícies contaminadas pelo vírus após serem atingidas pelas gotículas expelidas por infectados
Pelo ar, ou aerossóis – pequenas gotículas capaz de permanecer no ar por horas e ser inalada por pessoas que respirem no mesmo ambiente
O documento desta quinta é uma atualização das definições de transmissão e cuidados contra a Covid-19 publicadas em 29 de março, no início da pandemia.
No dia 5, 239 cientistas publicaram uma carta pedindo que a OMS e demais entidades de saúde reconhecesse a transmissão do coronavírus pelo ar, e não somente pelo contato com as gotículas expelidas por infectados ao falar ou tossir.
Transmissão aérea, segundo a OMS
“A transmissão aérea de SARS-CoV-2 pode ocorrer durante procedimentos médicos que geram aerossóis (procedimentos de geração de aerossóis)”, explica o documento. Um desses procedimentos é a entubação do paciente infectado – a Organização já reconhecia essa forma de transmissão aérea em março.
A novidade é em relação à transmissão do vírus em locais fechados e pouco ventilados. Segundo a OMS, estudos recentes levantaram a hipótese do coronavírus, ao ser expelido por um infectado, ser capaz de permanecer no ar e ser inalado por outras pessoas que estejam no mesmo ambiente, até horas depois.
“A OMS, juntamente com a comunidade científica, vem discutindo e avaliando se o SARS-CoV-2 também pode se espalhar pelos aerossóis na ausência de procedimentos de geração de aerossóis, particularmente em ambientes fechados com pouca ventilação”, continua a publicação.
Initial plugin text