Medida feita, possivelmente, para levar ao cancelamento das sanções bloco regional da África Ocidental, após o golpe militar mês passado. Ministro das Relações Exteriores do Mali, Moctar Ouane, participa de uma reunião em Argel. em 16 de março de 2010
Louafi Larbi/Reuters
O ex-ministro das Relações Exteriores do Mali, Moctar Ouane, foi nomeado primeiro-ministro interino do país, disse a televisão estatal neste domingo (27), medida feita, possivelmente, para levar ao cancelamento das sanções bloco regional da África Ocidental, após o golpe militar mês passado.
Diplomata veterano, Ouane, de 64 anos, foi embaixador do Mali nas Nações Unidas entre 1995 e 2002 e atuou como ministro das Relações Exteriores de 2004 a 2011.
Militares libertam presidente deposto do Mali
Militares do Mali pretendem permanecer por três anos no poder
Rendido por soldados amotinados, presidente do Mali renuncia
O bloco regional exige a instalação de um líder civil como condição para suspender as sanções.
A nomeação de Ouane ocorre dois dias depois que o coronel aposentado Bah Ndaw foi empossado como presidente do país e o coronel Assimi Goita, chefe do golpe, como vice-presidente.
Eles terão a tarefa de supervisionar uma transição de 18 meses de volta a um governo civil após o golpe contra o presidente Ibrahim Boubacar Keita em 18 de agosto.
Vídeos: veja mais notícias de Mundo