Antônio Viviani
Antônio Viviani é a voz-padrão da CNN Brasil (Imagem: Reprodução / Twitter)

Voz famosa no mercado brasileiro, o locutor Antônio Viviani é a voz-padrão da CNN Brasil. Com importante história também na dublagem nacional, o profissional conversou com o RD1 e falou como foi o convite para fazer parte da nova emissora de notícias no Brasil, e ainda contou sobre seus trabalhos.

RD1: Como foi o convite para ser a voz-padrão da CNN Brasil?

Antônio Viviani: Fizeram uma pesquisa de mercado e convidaram grandes profissionais para se apresentarem e mandarem seus repertórios, teve uma seleção, chegaram em muitos nomes, eu era um deles, fui chamado à sede da CNN Brasil, ainda não era na Paulista, era na Alameda Santos, lá fui entrevistado, dias depois me ligaram falando q eu tinha sido a voz escolhida, fiquei emocionado.

Porque no mês de dezembro de 2019, no dia 16 eu ia completar 45 anos de profissão, foi uma coisa que veio coroar minha carreira, como você pode ter notado no evento de lançamento, os profissionais consagrados ou que estavam fora do ar como o William Waack, o Evaristo Costa, não é o caso da Monalisa Perrone, porque estava bombando na Globo, todos muito emocionados, como diz o slogan da CNN Brasil: “a maior do mundo agora no Brasil”.

Todos com muita vontade de fazer, pôr a mão na massa, ser uma nova opção para o telespectador! Para o telespectador em geral, porque não vai se ater aos canais de assinatura, todo mundo vai poder acessar a programação em todas as plataformas. 

RD1: Ao longo de 45 anos de carreira, sua voz é muita conhecida, inclusive você já foi a voz-padrão do CQC, no Top Five. Como está sendo esse momento? Conta um pouquinho da sua trajetória. 

Antônio Viviani: Foram 21 anos de ESPN, depois oito anos no CQC, desde o primeiro até o último minha voz estava lá, abrindo o programa e anunciando o Top Five, fora isso venho gravando meus comerciais, das mais diversas indústrias e estabelecimentos comerciais, seja do ramo do varejo, automóveis, financeiro, imobiliário. Eu atuo no mercado publicitário em propagandas em TV, rádio e também na internet, e nos eventos, porque tem muitas locações que a gente faz para eventos corporativos.

RD1: Nesses primeiros meses da CNN Brasil, você já produziu conteúdos para todas as plataformas do canal. Ao longo da sua carreira, o que mais você realizou?

Antônio Viviani: Eu fazia chamadas da TVS canal 11 Rio de Janeiro, em 1980. Ainda não existia TVS em São Paulo, nem SBT, eu fui o primeiro locutor de chamadas no departamento artístico. Eram quatro profissionais, eu, Gugu Liberato, Lombardi e Ademar Dutra, a gente gravava tudo ali, no galpão das lojas Tamacavi em Osasco, ou seja, onde hoje é o SBT. Lá eram galpões, fazia toda a produção, a semana do presidente era produzida lá, era o Lombardi que fazia, eu fazia as chamadas da TVS.

RD1: Além da CNN, você está envolvido com outros projetos?

Antônio Viviani: De conteúdo, o que tenho produzido, tem o podcast VOZ OFF, que ganhou o prêmio APCA em 2017, que entrevista as grandes vozes do rádio, TV, publicidade e do teatro também, e meu podcast, que lancei em dezembro justamente nos meus 45 anos, Texto Sentido, que são textos que as pessoas enviam para mim e eu gravo e a gente distribui nas redes sociais e nas plataformas de podcasts.

O post Voz-padrão da CNN Brasil, Antônio Viviani conta como foi contratado pelo canal apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.