Mayana Brandão Pereira, de 31 anos, ficou quase 20 dias internada, 16 deles na UTI, em Feira de Santana. Colegas, fardados e com viaturas, foram para a porta da unidade e a aplaudiram . Colegas fardados com viaturas esperaram a saída da mulher na porta do hospital
Reprodução/TV Subaé
Uma puérpera de 31 anos recebeu alta de um hospital particular de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 Km de Salvador, após ficar quase vinte dias internada em função do diagnóstico da Covid-19. Na saída da unidade médica, ela foi recepcionada pro vários colegas de trabalho, que usaram os faróis de carro para deixar o momento ainda mais especial.
Mayana Brandão Pereira é moradora de Feira de Santana e trabalha como agente de trânsito na cidade. No mês passado, deu à luz ao filho. Mas, 11 dias depois precisou ser internada às pressas, no dia 2 de junho.
Ela foi para a unidade médica com febre, tosse, dor de garganta e muita falta de ar. O resultado positivo para Covid-19 saiu dias depois, após fazer os exames. Em seguida, ela foi novamente surpreendida.
Mayana Brandão Pereira, de 31 anos, foi diagnosticada com doença poucos dias após dar à luz.
Arquivo Pessoal
Mesmo sem apresentar comorbidades, o quadro de Mayana se agravou e ela precisou ser transferida para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde ficou por 16 dias. A boa notícia ocorreu no sábado (20), quando ela recebeu alta.
Mayana deixou o hospital sob aplausos e homenagens dos colegas de trabalho. Os agentes de trânsito foram até o local com viaturas, e usaram os faróis e giroflex ligados, para recepcionar a colega de trabalho.
Agente de trânsito foi aplaudida e chamada de guerreira, após deixa hospital
Reprodução/TV Subaé
Confira mais informações do estado no G1 Bahia.