Caso aconteceu em Mutuípe. Paciente deu entrada em unidade, estado de saúde avançou rápido e teste deu negativo. Antes de idosa morrer, outro exame foi feito e resultado saiu cinco dias após enterro. Uma família da cidade de Mutuípe, na região do Vale do Jiquiriçá, está sendo acompanhada pela Secretaria Municipal de Saúde após fazer o velório de uma idosa, que morreu em decorrência da Covid-19, com o caixão aberto. Um primeiro exame feito antes da paciente morrer apontava que ela não estava com a doença.
De acordo com o prefeito de Mutuípe, Rodrigo Andrade, a Covid-19 só foi detectada em um segundo exame, que teve resultado positivo cinco dias após a morte da idosa, quando o velório já tinha sido feito.
A paciente, que não teve idade divulgada, foi internada no dia 12 de julho Hospital Maternidade Clélia Rebouças. Segundo o prefeito, ela deu entrada na unidade com desconforto respiratório leve, sem febre e sem relato de contato com pessoas contaminadas pelo coronavírus.
A idosa foi testada para o coronavírus por ter sintomas de síndrome respiratória e também por ter comorbidades, que não foram divulgadas. Ainda de acordo com o prefeito, o quadro dela evoluiu no mesmo dia da internação, com diminuição da saturação e parada cardiorrespiratória. A idosa morreu logo depois.
Rodrigo detalhou que o exame feito no hospital teve resultado negativo. Conforme o prefeito, depois que a idosa morreu, foi decidido a critério médico manter uma nova coleta, apenas para afastar novamente a possibilidade da Covid-19.
Com o primeiro resultado negativo, e não havendo dados que justificassem o velório com caixão fechado, a família se despediu da idosa normalmente, em enterro no dia 13 de julho. Já no sábado (18), o novo resultado do exame saiu e apontou positivo para o coronavírus.
De acordo com o prefeito, o hospital e a Secretaria Municipal de Saúde entraram em contato com a família, para que as medidas cabíveis de contenção do coronavírus fossem adotadas. Os familiares da idosa estão isolados e em acompanhamento e monitoramento com a equipe de saúde da Vigilância Epidemiológica da cidade.
O G1 não conseguiu contato com a família da idosa, para falar sobre o ocorrido. Até este domingo (19), a cidade de Mutuípe tem 50 casos confirmados de coronavírus, e o óbito da idosa.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.