Duas vacinas experimentais contra Covid-19 podem ter avanços nos EUA após aval dado por agência reguladora. Cidade de SP tem reabertura de parques, academias e estúdios de tatuagem. MG sofre com escassez de remédios. Hoje é segunda-feira, 13 de julho, e o Brasil passou de 72 mil mortes causadas pela Covid-19. O número de casos de novo coronavírus chega a 1,8 milhão no país. A média diária de novas mortes nos últimos 7 dias é de 1.036, aumento de 4% em 14 dias. Já a média diária de novos casos nos últimos 7 dias é de 37.370, aumento de 1% em 14 dias.
O número de mortes no Brasil equivale a 12,6% do total no mundo pela doença, que já tem 12,9 milhões de casos confirmados e quase 570 mil mortes. Apenas dois países ultrapassaram 1 milhão de diagnósticos: Estados Unidos e Brasil. Em seguida estão Índia (878 mil casos) e Rússia (732 mil casos), segundo um monitoramento da universidade norte-americana Johns Hopkins atualizado nesta manhã.
SINTOMAS: quais os sintomas e quando procurar um médico
VACINAS TESTADAS NO BRASIL: entenda pesquisas
MEMORIAL: histórias de vidas interrompidas pela Covid-19
ANTICORPOS: quem já teve Covid-19 pode pegar de novo?
PESQUISA: saiba mais sobre as candidatas a vacina
PREVENÇÃO: como evitar contaminação pelo coronavírus
Abaixo, o G1 reúne as principais notícias do dia sobre coronavírus:
Vacinas experimentais contra Covid-19 tiveram avanços nos EUA?
Duas vacinas experimentais contra Covid-19 receberam a designação de “via rápida” da agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, status que permite acelerar a análise de novos remédios e vacinas no país. As vacinas foram desenvolvidas em conjunto pela empresa alemã de biotecnologia BioNTech e pela gigante farmacêutica norte-americana Pfizer. As candidatas a vacinas BNT162b1 e BNT162b2 são as mais avançadas entre as pelo menos quatro que estão sendo avaliadas pelas duas companhias em testes nos EUA e na Alemanha.
Dados iniciais dos ensaios feitos na Alemanha com a BNT162b1 são esperados para julho, disseram as empresas. Se os estudos em andamento tiverem sucesso e as vacinas receberem aprovação regulatória, as empresas dizem esperar produzir até 100 milhões de doses até o final deste ano e potencialmente mais 1,2 bilhão de doses até o final de 2021.
Como vai ser a retomada do funcionamento dos parques em SP em meio à pandemia de Covid-19?
Parque Ibirapuera tem visitantes na manhã do primeiro dia de reabertura, nesta segunda-feira (13)
Reprodução/TV Globo
Nesta segunda-feira (13), os parques municipais da cidade de São Paulo voltaram a funcionar. Os parques Ibirapuera, na Zona Sul, e Carmo, Zona Leste, funcionarão das 6h às 16h. Os demais deverão receber o público das 10h às 16h. Academias e estúdios de tatuagem também voltam a funcionar na capital paulista, com horários restritos e regras específicas. Nesta manhã, houve filas de carros para entrar no Ibirapuera antes das 6h.
Como está a situação da Covid-19 em MG?
O estado de Minas Gerais está próximo da chegada ao pico de contágio do novo coronavírus, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, mas sofre com a escassez de medicamentos para intubação de pacientes com Covid-19 em estado grave e de insumos para testagem. Na última semana, o estado ficou de fora da distribuição de remédios como anestésicos e bloqueadores neuromusculares, utilizados em UTIs, e ainda não recebeu os 500 mil testes PCR prometidos pelo Ministério da Saúde.
Outras notícias do dia:
O dilema da volta às aulas
Initial plugin text