Globo
Alan Severiano à frente do SP2 de sábado (18); jornalismo impulsiona audiência da Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

O jornalismo da Globo, alvo de críticas do Presidente da República Jair Bolsonaro e de seus aliados, impulsionou a audiência de sábado (18). Dados referentes a Grande São Paulo mostram a significativa ampliação dos números com as exibições do SP1, do Jornal Hoje, do SP2 e do Jornal Nacional.

Pela manhã, a Globo registrou 3,9 com o Como Será? de Sandra Annenberg e 5,9 do É de Casa com Ana Furtado, André Marques, Cissa Guimarães e Patrícia Poeta. O SP1, conduzido por Rodrigo Bocardi – com direito à partida de basquete com Felipe Andreoli, no estúdio – elevou para 10,8 pontos.

O Jornal Hoje, capitaneado por Márcio Gomes, manteve a tendência de alta: 11,6 de média. O clássico Jurassic Park (1993), em cartaz na Sessão de Sábado, derrubou os índices para 9,6. O Caldeirão do Huck, por sua vez, marcou 11,9.

No horário nobre, após os 17,4 de Novo Mundo (2017), o SP2 garantiu 22,3 pontos; Alan Severiano respondeu pelo noticiário. O Jornal Nacional, que recebeu os 25,7 de Totalmente Demais (2015), foi a 27,4; os titulares Renata Vasconcellos e William Bonner ocuparam a bancada.

O sábado na Globo contou ainda com os 28,7 de Fina Estampa (2001) e os 17,8 da série Diário de um Confinado, estrelada por Bruno Mazzeo. O Altas Horas de Serginho Groisman, que agora mescla conteúdo inédito – gravado remotamente – e reapresentações, consolidou 9,9 de média.

Também 6,1 de Everest (2015) em Supercine, 5,5 do boletim Sinal Verde, 4,2 para Trocando os Pés (2014) na primeira faixa do Corujão e 4,1 com K9 – Uma Aventura de Natal (2013) no segundo período da sessão.

O post Audiência da TV: Jornalismo impulsiona Globo no sábado apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.