Celebração aconteceu na manhã deste domingo e foi presidida pelo bispo da Diocese de Amargosa, Valdemir Ferreira. Missa de inauguração de capela e memorial em homenagem a Santa Dulce dos Pobres foi transmitida pela internet
Reprodução
A capela e o memorial Santa Dulce dos Pobres foram inaugurados na manhã deste domingo (27), na cidade de Castro Alves, no recôncavo baiano. Uma missa solene presidida pelo bispo da Diocese de Amargosa, Valdemir Ferreira, marcou a homenagem.
A celebração teve transmissão online pelas redes sociais da Paróquia de Castro Alves: YouTube (paroquiadecastroalves) e Facebook (paroquiadecastroalves).
A agenda festiva da nova capela já tem programação de missas diárias a partir de segunda-feira (28), sempre às 19h, com transmissão pelos mesmos canais, até o dia 13 de outubro, para marcar as comemorações de 1 ano da Canonização de Santa Dulce.
Capela em homenagem a Santa Dulce dos Pobres fica na cidade de Castro Alves
Divulgação
Construída em uma elevação que coincidentemente leva o nome do santo de devoção do Anjo Bom, o Monte Santo Antônio, a Capela Santa Dulce tem capacidade para 200 pessoas. A obra durou nove meses.
Dentro da capela fica o novo memorial, que tem como uma das principais relíquias o antigo túmulo de Irmã Dulce, que abrigou o corpo da freira baiana por quase dez anos, em Salvador. O museu também conta com painéis com fotos e textos que narram a trajetória de amor e solidariedade da Mãe dos Pobres, desde a infância até a histórica canonização.
A Capela e o Memorial Santa Dulce dos Pobres são fruto da fé do engenheiro e empresário Ivan Leão, que idealizou o projeto e doou os recursos para a construção dos espaços. Ele também é conselheiro das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).
Veja mais notícias no G1 Bahia.
Capela em homenagem a Santa Dulce dos Pobres foi inaugurada neste domingo
Divulgação