Serão 20 novos leitos clínicos no Hospital São Vicente. Índice de ocupação geral é de 67,4% para leitos clínicos e 88% para leitos de UTI. Vitória da Conquista deve ganhar 20 leitos de UTI para atender pacientes com coronavírus
A Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, anunciou na quarta-feira (15) que a prefeitura vai contratar mais 20 leitos clínicos para atendimento exclusivo de casos da Covid-19.
O contrato será firmado com o Hospital São Vicente de Paulo, unidade filantrópica do município. Segundo a prefeitura, os leitos devem estar disponíveis na próxima semana.
Ainda de acordo com a prefeitura, Vitória da Conquista recebe pacientes de outras cidades do estado, encaminhados pela central de regulação, o que aumenta a pressão hospitalar no município.
A contratação ocorre em um período em que os leitos para tratamento da Covid-19, no município, estão cheios. No Hospital Geral de Vitória da Conquista, por exemplo, a taxa de ocupação dos leitos clínicos já é de 100% e de UTI, 95%.
Até a publicação desta reportagem, a taxa de ocupação geral na cidade era de 67,4% para leitos clínicos e 88% para leitos de UTI.
Além do Hospital Geral, no Hospital das Clínicas, a ocupação nos leitos clínicos está em 50% e de UTI 75%. No Hospital São Vicente, onde serão contratados mais 20 leitos, a taxa de ocupação em leitos clínicos está em 70%, e de UTI em 100%.
Atualmente, estão disponíveis 96 leitos da rede SUS, exclusivos para tratamento do novo coronavírus. Desse total, 46 são leitos clínicos e 50 de UTI. Estão internados 75 pacientes, moradores de Vitória da Conquista e de outros municípios de 29 municípios baianos, inclusive de Minas Gerais. São dois casos de Minas, um da cidade de Cachoeira de Pajeú e outro de Pedra Azul.
De acordo com o último boletim da prefeitura de Vitória da Conquista, até a noite de quarta-feira, a cidade havia registrado 1.286 casos confirmados da Covid-19, com 24 óbitos.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.