Em tempos em que a cibersegurança tem estado em destaque, pelo aumento dos ataques a que os utilizadores ficaram expostos devido à pandemia, a TP-Link partilha alguns conselhos para garantir “que toda a família navegue” em segurança.

Os “bons hábitos digitais são essenciais para evitar possíveis ameaças à rede”, há funcionalidades de controle parental a que os pais podem recorrer para criar perfis individuais e desta forma limitar o que os mais novos podem ou não fazer, mas também gerir o tempo que passam online.

Ferramentas que mantêm os mais novos longe de sites duvidosos e a aprenderem a usar a Internet de forma mais disciplinada.

Para ajudá-lo, a TP-Link enviou algumas dicas para o Notícias ao Minuto de “boas práticas para assegurar uma utilização mais inteligente da Internet”. Confira as dicas:

1) Defina um limite de tempo de acesso à Internet – Assim evitará que as crianças estejam muito tempo online e consequentemente “menos ativos, o que aumenta o risco de obesidade e de dependência da net”. Crie “agendas ou alarmes quando os seus filhos estiverem navegando na Internet”.

2) Bloqueie conteúdo prejudicial – Um “router doméstico equipado com ferramentas de controle parental pode impedir o acesso a conteúdo malicioso e pouco adequado”. Mas é possível “restringir o acesso a URLs com determinadas palavras-chave”.

3) Proteja os dispositivos IoT – As “câmeras domésticas inteligentes podem proporcionar mais tranquilidade quando estiver fora de casa, mas certamente que não quer que estranhos acessem aos seus dispositivos e espiem a sua família”. Estes dispositivos revelam “várias vulnerabilidades quando confrontados com invasões externas”. Por isso, é importante “fornecer proteção extra”. Um “router de última geração com serviço de proteção de dispositivo IoT é um investimento interessante e que alia na perfeição uma grande abrangência de funcionalidades com garantia de proteção de dispositivos IoT”.