Segundo Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), local não tinha farmacêutico e nem alvará sanitário. Ação fiscaliza distribuição de medicamentos controlados em igreja
Uma ação da Vigilância Sanitária do Estado impediu a distribuição de medicamentos controlados para a população em uma igreja de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. A fiscalização aconteceu na segunda-feira (13), na Igreja Batista Memorial, que fica no bairro Urbis.
Segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o local não tinha farmacêutico e nem alvará sanitário. O Ministério Público (MP-BA) também foi acionado para avaliar a iniciativa e adotar as medidas cabíveis.​
O órgão de saúde ressaltou que um dos grandes perigos, atualmente, são as fake news sobre remédios milagrosos que estariam curando ou prevenindo contra a Covid-19. Três dessas substâncias são mais recorrentes nas conversas sobre o assunto: cloroquina, hidroxicloroquina e ivermectina. NO entanto, não há estudos que comprovem a eficácia desses medicamentos no tratamento de pacientes com Covid-19.
De acordo com a Sesab, o Instituto Couto Maia, sendo um dos principais hospitais na Bahia no atendimento a pacientes graves com diagnóstico de Covid-19, tem protocolo clínico disponível no site da unidade e não usa cloroquina, hidroxicloroquina ou ivermectina no tratamento.
O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ressaltou que não existe comprovação científica da eficácia desses medicamentos no combate a Covid-19 e podem fazer mal à saúde. Ele pontuou, ainda, que essas medicações são controladas e só devem ser liberadas com receita.
Por meio da assessoria, a Prefeitura de Teixeira de Freitas disse que não participou da ação e nem da fiscalização que suspendeu a distribuição do kit. O G1 está tentando contato com os responsáveis pela distribuição do medicamento na igreja.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Ministério Público (MP-BA) foi acionado para avaliar a iniciativa e adotar as medidas cabíveis
Sesab/Divulgação
Ação fiscaliza distribuição de medicamentos controlados em igreja de Teixeira de Freitas
Sesab/Divulgação
Initial plugin text