Convocação foi iniciada na terça-feira (18) e segue até o dia 16 de setembro. Eleições 2020: Tribunal Regional Eleitoral estima que quase 110 mil mesários atuem no pleito
Reprodução/ TV Bahia
O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) estima que quase 110 mil mesários, entre convocados e voluntários, atuem nas Eleições Municipais 2020. Neste ano, 5.228 voluntários se inscreveram para a função, o que pode ser feito pelo site do TRE-BA e pelo aplicativo e-Título.
Este número pode sofrer redução após o trabalho de agregação das seções, que será concluído pelas zonas eleitorais no dia 8 de outubro.
Bahia tem quase 11 milhões eleitores aptos para votar nas eleições municipais de 2020
Os mesários vão atuar na mesa receptora de votos para garantir o sigilo e a liberdade de escolha dos eleitores.
De acordo com o TRE-BA, os cartórios vão utilizar conta de e-mail institucional específica, seguindo o formato [email protected], substituindo-se o 000 pelo nº da Zona Eleitoral, para convocar os cidadãos para serem mesários. O e-mail vai informar a função a ser desempenhada nas eleições e também trará instruções para o treinamento. Ao receber a convocação, o mesário deve responder a mensagem confirmando a participação.
Já a convocação por aplicativo de mensagem instantânea será feita pelo WhatsApp Business, configurado na linha de telefone fixa do cartório eleitoral. O eleitor poderá confirmar o número de telefone utilizado para essa finalidade na página do TRE-BA. Além disso, ainda para essa modalidade, o eleitor deve responder a mensagem recebida, confirmando a convocação.
Caso não haja resposta do mesário, tanto na convocação por e-mail como pelo aplicativo de mensagem, o cartório eleitoral não vai considerar o mesário convocado e usará de outros meios para confirmação do recebimento da carta. A autenticidade poderá ser confirmada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pelo aplicativo e-Título, por meio de código informado na carta.
Todas as medidas de prevenção à Covid-19 estão sendo tomadas para garantir eleições seguras. A Justiça Eleitoral irá providenciar equipamentos de segurança, como máscaras de pano e no modelo face shield (máscara que cobre o rosto todo com um pedaço de acrílico), álcool em gel, desinfetante para as seções eleitorais, além de logística própria, com horário de votação exclusivo para pessoas do grupo de risco.
Treinamento
O treinamento dos mesários será feito à distância, no formato Educação à Distância entre 1º de setembro e 10 de novembro, em dez turmas, com duração de sete dias. Os mesários vão receber senha de acesso e todas as demais instruções por meio da carta de convocação.
Para este treinamento, o Superior Eleitoral vai disponibilizar duas alternativas: a plataforma Moodle e o aplicativo Mesário do TSE. A Bahia abrirá 66.520 vagas.
De acordo com o órgão, a prioridade é treinar os presidentes e os primeiros mesários das mesas receptoras de votos. Entretanto, o cartório eleitoral poderá escolher outro componente da mesa para substituí-los, caso julgue necessário.
Quem não for treinado pelo EAD, em razão da restrição de vagas, fará o mesmo treinamento pelo Aplicativo Mesário, disponível para download pelo celular tanto para Android quanto IOS.
Caso o mesário não consiga realizar o treinamento na turma para a qual foi indicado, deverá manter contato com o cartório eleitoral para acessar outra turma. Se isso não for possível, o treinamento deve ser feito por aplicativo.
A comunicação dos mesários com a Justiça Eleitoral será feita pelo cartório da zona que o convocou. Esse contato poderá ser por telefone, e-mail ou WhatsApp.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.