Alunos e alunas que não receberam cartões e não atualizaram cadastro terão que procurar a escola onde estudam para fazer procedimento e receber benefício. Secretário de Educação do estado fala sobre vale-alimentação de estudantes baianos
Alguns estudantes da rede estadual de ensino da Bahia reclamam que ainda não receberam a segunda parcela do vale-alimentação de R$ 55, que deveria ter sido paga no dia 8 de junho pelo governo do estado. O secretário de educação, Jerônimo Rodrigues, explicou que os atrasos são casos isolados.
Dona Luzana tem um filho que estuda no Colégio Estadual Heitor Vila Lobos, no bairro do Cabula VI, em Salvador. Ela contou que recebeu o cartão no dia 2 de junho mas estava zerado.
“Quando será que meu filho vai receber esse benefício? Porque eu já entrei em contato com a escola, só que me passam outros números para ligar. Até hoje, nunca consegui. Recebi o cartão desde o dia 2 de junho e até agora meu filho nunca nem recebeu a primeira parcela”, relatou Luana.
Vale-alimentação é para que estudantes da rede estadual de ensino da Bahia
Adriana Oliveira/TV Bahia
Uma estudante identificada como Renata Oliveira, também contou que não recebeu nem a primeira e nem a segunda parcela do vale-alimentação.
Em uma entrevista à TV Bahia, na última terça-feira (16), o secretário admitiu a ocorrência de problemas no benefício e colocou as equipes da secretaria à disposição para encontrar soluções.
Nesta quinta (18), o secretário explicou que o atraso nas parcelas do vale-alimentação são casos isolados e afirmou que a carga no cartão foi disponibilizada para todos.
“A previsão era do dia 8. Nós dialogamos com a rede de cartão Alelo e disponibilizamos sim a carga para esses cartões. Na primeira etapa, a gente utilizou de uma estratégia de botar duas redes de mercados. Então os estudantes começaram a receber pelas duas redes. Ao longo do tempo, os cartões foram sendo confeccionados, chegando e a gente ia entregando, mas realmente vai bloqueando para que desse tempo da gente pagar a primeira pela rede e, na sequência, no dia 8, a gente disponibilizou”, explicou Jerônimo.
O secretário de educação do estado, Jerônimo Rodrigues, explicou que os atrasos são casos isolados
Reprodução/TV Bahia
O secretário informou que atualmente são 656 mil estudantes na rede estadual com os cartões em mãos. Segundo ele, não há muitas reclamações, mas estão tratando de resolver todas as que aparecem.
“A gente tem ouvido na secretaria muitos bons exemplos de quem está indo buscar e está conseguindo. Alguns estudantes que não receberam nem o cartão, nem a primeira parcela, receberão R$ 110. Nós pegamos estudantes que estavam reclamando e cuidamos. Toda a Bahia está recebendo, nós não estamos tendo muitas reclamações, mas também não queremos que nenhum caso fique de fora. Esses dois casos vamos tratar e resolver o que aconteceu”, explicou o secretário.
Jerônimo disse que os estudantes que não receberam os cartões e não atualizaram cadastro terão que procurar a escola onde estudam para fazer procedimento e receber benefício. Já os que receberam e não tiveram o pagamento, devem procurar a ouvidoria do estado através do número 0800 284 0011.
“Os estudantes que não receberam os cartões, se ele por ventura, não atualizou o cadastro, vai ter que procurar a escola para atualizar o cadastro. Nós mandaremos fazer o cartão e é em torno de 7 a 8 dias para o cartão chegar. Os que tem o cartão e estão tendo algum problema de não receber, nós temos o 0800 284 0011, que é a ouvidoria do estado para a gente poder responder. Mas o caminho mais fácil é ligar para a escola. Nós estamos acompanhando as escolas e, se tiver algum problema, vamos atrás”, disse o secretário.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Initial plugin text