Rapaz foi solto neste domingo (14). Família chegou a protestar no sábado (13), afirmando que ele foi preso por engano. Repercussão do caso chegou a ser um dos assuntos mais falados no trending topics do Twitter. Família diz que Gabriel foi preso por engano
Arquivo Pessoal
A família de Gabriel dos Santos Silva, 23 anos, preso suspeito de roubar um carro em Salvador, confirmou que ele foi solto na manhã deste domingo (14), após uma liminar da Justiça. A repercussão desse caso chegou a ser um dos assuntos mais falados no “trending topics” do Twitter.
Os familiares e amigos de Gabriel chegaram a protestar no sábado (13), afirmando que ele foi preso por engano. O jovem foi preso na frente de uma agência, que fica no Centro Administrativo da Bahia (CAB), quando foi sacar o seguro desemprego, na última sexta-feira (12).
De acordo com os familiares, o rapaz foi apontado pelo marido da vítima, que foi até o local, viu Gabriel e associou como um dos suspeitos que roubou o veículo da esposa dele.
A família afirma que o jovem foi confundido por ter características do suspeito de roubo apontadas como preto, cabelo loiro e tatuado. Os familiares de Gabriel disseram que ele pintou o cabelo de loiro na quinta-feira (11), um dia depois do crime que supostamente aconteceu na quarta-feira (10), no CAB.
Ainda segundo os familiares, o jovem trabalhava como estoquista em uma loja de eletrodomésticos e não tem passagem pela polícia.
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que Gabriel dos Santos Silva foi preso em flagrante por extorsão. O órgão disse que o jovem cobrou R$ 1 mil para devolver o carro roubado por ele.
Conforme informações dos familiares, vai acontecer um protesto por volta das 10h deste domingo, em frente à Vara Criminal da Justiça, no CAB.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Familiares de jovem protestam em frente à delegacia após rapaz ser preso suspeito de roubo de carro
Eduardo Oliveira/TV Bahia