Chefe da Unidade de Emergência, o infectologista Lucas Agra foi diagnosticado no fim de junho e precisou ser mantido no oxigênio. Ele completou 35 anos nesta sexta-feira (17) e foi celebrado pelos colegas de profissão. Curado de Covid-19, médico recebe alta no dia do aniversário em Ribeirão Preto, SP
Curado da Covid-19, o médico Lucas Agra, supervisor da Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE) de Ribeirão Preto (SP), recebeu alta na sexta-feira (17), dia em que comemorou o aniversário de 35 anos.
As palmas no corredor do hospital vieram acompanhadas do “parabéns pra você” e emocionaram o infectologista.
Ao deixar o hospital, mantendo distância, ele fez uma visita surpresa à mãe, dona Silvia Barbosa, que foi às lágrimas. O encontro foi registrado em vídeo. “Filho, como eu te amo”, disse.
Lucas Agra e a mãe, Silvia Barbosa, se emocionam após ele receber alta do HC em Ribeirão Preto, SP
Silvia Barbosa/Arquivo pessoal
Combate à doença
Lucas ficou internado por 12 dias e precisou receber oxigênio. A noiva dele, a médica residente Gabriela Bassan Petry, contou que ele começou a apresentar sintomas da Covid-19 no fim de junho. Após o diagnóstico, o quadro de saúde piorou e o médico foi internado. Ele não tem histórico de outras doenças.
“Apesar das probabilidades e das estatísticas, nós não conseguimos saber quem irá desenvolver sintomas leves ou quem precisará ser internado”, alertou Gabriela.
Na linha de frente de combate à doença, em junho, o médico relatou ataques de familiares de pacientes infectados, que não acreditavam na doença.
Colegas de profissão cantam parabéns para Lucas Agra, médico do HC que se recupera da Covid-19, em Ribeirão Preto, SP
Arquivo pessoal
Gratidão aos colegas
Na sexta-feira, após deixar o hospital, Agra publicou um vídeo para agradecer aos colegas de profissão que cuidaram dele por mais de duas semanas.
“Eu saí de lá [hospital] pela misericórdia de Deus, pelas orações e pelo amor daqueles me amam, pelas mãos daqueles que cuidaram de mim com competência, empatia, humanismo e muito carinho. É algo que nunca vou conseguiu pagar e mensurar”, disse.
Agra ainda afirmou que muitos colegas têm enfrentado dramas pessoais com familiares infectados e internados, mas, mesmo assim, continuam a trabalhar para salvar vidas.
“Todos vão trabalhar cheios de angústias e dores, mas aquela equipe, em especial a do HC, não esmoreceu nem uma vez, não desanimou. Depois de ter passado por dias tão difíceis, que ninguém se esqueça do quanto somos fortes juntos, do quanto precisamos uns dos outros para vencer essa batalha. Cuidem dos outros. Ajudem uns aos outros. Nós vamos vencer essa pandemia, vamos vencer esses dias difíceis.”
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca