Instituto Sou da Paz analisou dados do estado. Em maio, durante a quarentena contra o coronavírus no estado, mortes de motociclistas no trânsito aumentaram 7%. Levantamento também mostra que número de vítimas de homicídio aumentou no período. Manhã com trânsito tranquilo no início de maio de 2020 na Marginal Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo
Eliane Neves/Fotoarena/Fotoarena/Estadão Conteúdo
O número de mortes em acidentes de trânsito caiu 21% no estado de São Paulo em maio de 2020, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, à exceção dos motociclistas, apontou o Instituto Sou da Paz em análise de dados oficiais do governo do estado por meio do Infosiga.
Em maio de 2019, o estado contabilizou 487 mortes em acidentes violentos de trânsito; já no mesmo mês deste ano, com a quarentena o coronavírus, o número caiu para 387 vítimas fatais.
O instituto mostra que a redução de mortes em acidentes, no geral, se deve à redução da quantidade total de acidentes de trânsito com vítimas, com mortos ou feridos, caiu 28% no estado no mês de maio, na comparação do mesmo período de 2019. A queda de mortes ocorreu mais entre os pedestres.
O gráfico abaixo mostra que o ano de 2020 começou com tendência a apresentar mais acidentes violentos, com mortes, do que o ano passado, até que a quarentena teve início, em março, e os números caíram sensivelmente.
Quando o número de mortes em acidentes é filtrado por região, verifica-se que a maior queda ocorreu na região metropolitana, onde houve redução de 25% nas fatalidades.
O interior teve redução de 21% no número de óbitos em acidentes, e a capital apresentou redução de 15% nas fatalidades, sobretudo de pedestres, mas com aumento expressivo no caso dos motociclistas.
Motociclistas mais expostos
A organização pondera que, apesar da diminuição na quantidade de acidentes e de vítimas fatais durante o mês de maio, o trânsito ficou mais violento, e a taxa de mortalidade dos acidentes no período de quarentena foi de 2,9%, superior à verificada em maio passado.
De acordo com a organização, o dado sinaliza para o possível agravamento de fatores de risco, como excesso de velocidade em contexto de menor circulação nas cidades.
Os motociclistas são exceção na melhora dos índices de mortalidade no trânsito de São Paulo durante a quarentena. Em maio de 2019, 167 motociclistas morreram em acidentes de trânsito; em maio de 2020, o número subiu para 179 óbitos, aumento de 7%.
A categoria dos entregadores de aplicativos protestou na semana passada em São Paulo por melhores condições de trabalho.
Entregadores de aplicativo fizeram protesto em São Paulo, em julho de 2020
Anderson Lira/Framephoto/Estadão Conteúdo
Homicídios aumentaram
O Instituto Sou da Paz também analisou os indicadores criminais da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo em 2020, comparando os números com o mesmo período do ano anterior.
Em maio, houve 35 vítimas a menos do que o mesmo mês de 2019, 13% de queda. No entanto, o Sou da Paz observou que o número de vítimas de homicídio aumentou nos meses de março, abril e maio de 2020, quando comparados ao mesmo período de 2019. Foram 740 vítimas nesses três meses de 2019, e 803 em 2020, aumento de 8,5%.