Paulo Coelho
Escritor causou polêmica com declaração (Imagem: Divulgação)

Paulo Coelho se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter, na noite deste domingo (13), e acabou virando alvo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Tudo aconteceu depois que o famoso publicou e apagou um post na rede social em que pregava o “boicote às exportações brasileiras ou o taleban cristão controlará o país”.

A mensagem foi apagada na tarde de ontem, mas acabou sendo repercutida por bolsonaristas. Apesar de ter apagado o post, Paulo Coelho escreveu em seguida: “Os governantes não entendem que, embora possam destruir a oposição, ela não deixa de existir. Corte a grama, ela ficará mais forte”.

O autor brasileiro ainda retuitou uma mensagem da economista Thereza Fontoura agradecendo por terem tornado a publicação famosa.

Sem medo de qualquer ataque por parte dos bolsonaristas, o escritor ainda ironizou a situação e mudou a descrição de seu perfil no Twitter: “Eremita online / deleto tuítes”.

Confira a repercussão:

O post Paulo Coelho faz pedido inusitado e vira alvo de bolsonaristas apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.