Na segunda, as empresas iniciaram um grande teste de estágio avançado de sua candidata a vacina para demonstrar sua eficiência. Foto ilustrativa de seringa com vacina contra o coronavírus
Andre Melo Andrade/Estadão Conteúdo
A Pfizer Inc e a BioNTech SE concordaram em fornecer 120 milhões de doses de sua vacina experimental contra o coronavírus ao Japão na primeira metade de 2021, anunciaram as empresas nesta sexta-feira (31).
Elas não divulgaram os detalhes financeiros do acordo, mas disseram que os termos se basearam no volume das doses e no cronograma de entrega.
Vacina contra Covid da Pfizer e BioNTech é segura e induz imunidade, diz estudo em fase inicial
Os Estados Unidos assinaram um acordo semelhante com a Pfizer e a BioNtech para receberem 100 milhões de doses por quase 2 bilhões de dólares, o que equivale a um preço de 39 dólares pelo que provavelmente será um tratamento de duas doses.
Farmacêutica Pfizer
Reuters
Ainda não existem vacinas contra a Covid-19, uma doença que já matou 670 mil pessoas e teve forte impacto nas economias. Atualmente existem 150 vacinas em estágios diferentes de desenvolvimento contra o vírus, que continua se disseminando com rapidez.
Na segunda-feira, BioNTech e Pfizer iniciaram um grande teste de estágio avançado de sua candidata a vacina para demonstrar sua eficiência.
A Daiichi Sankyo Co está em negociações para fornecer suprimentos e uma vacina contra coronavírus em potencial sendo desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford para ser usada no Japão.
Supondo um sucesso clínico das vacinas, Pfizer e BioNtech disseram que estão se preparando para pedir uma análise regulatória da vacina já em outubro.
Initial plugin text