Emílio Dionísio de Souza passou por testagem, mas resultado ainda não foi divulgado. Polícia Civil diz que ele já estava afastado das atividades por problemas de saúde. Um policial civil, de 57 anos, morreu em Juazeiro, no norte da Bahia, com suspeita de infecção pelo novo coronavírus. A morte ocorreu na segunda-feira (22), conforme informou a Polícia Civil.
Emílio passou por testagem para detecção, já que apresentou sintomas da doença, mas o resultado ainda não foi divulgado, por está dentro do prazo de sete dias.
De acordo com a Polícia Civil, Emílio trabalhava como escrivão, na 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin Jacobina). Ele estava afastado das atividades antes da pandemia, por licença médica, devido a problemas de saúde que não foram detalhados pela polícia.
A instituição, por intermédio do Departamento de Polícia do Interior (Depin), está dando todo apoio necessário a família do escrivão, informou a Polícia Civil.
Ainda de acordo com a polícia, foram registradas, desde o início da pandemia, em março deste ano, duas mortes de servidores que foram infectados pela Covid-19. Um foi o aposentado Derivaldo do Sacramento Borges, de 68 anos, e o outro foi policial que seguia em atividades, Brás Nivaldo Pompelho de Abreu, de 60 anos.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.