Presidente Emmanuel Macron aceitou a renúncia; decisão deve dar início a uma reforma no governo francês. O primeiro-ministro francês, Edouard Philippe
Ludovic Marin / AFP Photo
O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, apresentou sua renúncia nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que a aceitou. A decisão abre a porta para uma remodelação do governo francês.
Philippe e a equipe atual continuarão administrando até a nomeação de um novo executivo, afirmou o governo francês.