Estabelecimentos deverão abrir para almoço, das 11h às 15h, e jantar, entre 17h e 21h. Espaçamento entre as mesas será de dois metros. Restaurantes de Feira de Santana são autorizados a reabrir, com capacidade reduzida
Os restaurantes e lanchonetes de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, foram autorizados pela prefeitura a reabrir a partir desta terça-feira (4), durante a pandemia do novo coronavírus.
Apesar da reabertura do comércio em julho, os estabelecimentos estavam fechados desde o final de março e só funcionavam no sistema de delivery.
A medida não é válida para bares, e aqueles que funcionam dentro de restaurantes não foram autorizados a abrir. Não serão permitidos eventos que promovam a aglomeração.
O sindicato da categoria informou que mesmo com a reabertura, 30% dos estabelecimentos não terão condições de voltar a funcionar. Apesar da liberação, eles devem operar com capacidade reduzida e adotar algumas ações de higienização e distanciamento.
De acordo coma prefeitura, os restaurantes, exceto os self-service, deverão abrir para almoço, das 11h às 15h, e o jantar, entre 17h e 21h. O espaçamento entre as mesas será de dois metros.
Restaurantes e lanchonetes de Feira de Santana são autorizados a reabrir com capacidade reduzida
Reprodução/TV Bahia
A estrutura instalada deve ser de 40% da quantidade de mesas. Apenas será autorizado o serviço à la carte, e as mesas deverão ser desinfectadas logo após a saída do cliente.
Também será exigido o uso de EPIs que garantam segurança entre as partes, bem como orientações sobre distanciamento entre clientes e funcionários.
Já as lanchonetes estão autorizadas a funcionar entre 8h e 17h, com capacidade instalada de dois metros, tanto entre as mesas como para o pagamento. De acordo com a prefeitura, o funcionamento dos estabelecimento será alfo da da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), que vai atuar à noite, principalmente.
Segundo a prefeitura, a decisão de reabrir os restaurantes e lanchonetes ocorreu porque houve redução do número de casos e de novas mortes. Além disso, a taxa de ocupação das UTIs está controlada. Na segunda-feira (3), a ocupação chegou a 48%.
Conforme o último boletim epidemiológico da prefeitura, Feira de Santana registra 7.330 casos confirmados, com 5.352 recuperados e 146 mortes.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.