Medidas em Castelo Branco e Águas Claras passam a valer na sexta (17), mas testes rápidos começam a ser realizados nesta quinta-feira (16). Escola Municipal Eduardo Campos onde os testes de Covid-19 são realizados em Águas Claras, em Salvador
Reprodução/TV Bahia
Os bairros de Castelo Branco e Águas Claras, em Salvador, que terão restrições a partir de sexta-feira (17) para conter o avanço do coronavírus, contam já a partir desta quinta-feira (16) com a realização de testes rápidos para a detecção da doença. Anteriormente, os testes só começavam no mesmo dia em que as restrições.
“Os casos cresceram muito em Castelo Branco e Águas Claras, e a questão da testagem é importantíssima porque as pessoas não sabem que estão com o vírus e passam a saber depois da testagem. E também é importante para a prefeitura planejar suas ações. A depender da quantidade de testes, você aumenta as ações, a distribuição de máscaras, a higienização das ruas, a limpeza, tudo em favor da vida e para diminuir a curva de incidência do coronavírus”, explicou Fábio Mota, secretário de Mobilidade, que participa das ações.
Em Águas Claras, a testagem será na Escola Municipal Eduardo Campos, enquanto em Castelo Branco, na Escola Municipal Arlete Magalhães. Os testes começam a ser realizados às 8h.
De acordo com a prefeitura, os dois bairros foram incluídos na medida depois de registrarem quase 900 casos, juntos, desde o início dos primeiros casos da Covid-19 em Salvador.
Durante sete dias, Águas Claras e Castelo Branco terão, além da aplicação dos testes rápidos, o fechamento de estabelecimentos não essenciais, suspensão do funcionamento das feiras livres, higienização das ruas, além da distribuição de cestas básicas para ambulantes e trabalhadores informais.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.