Ato foi veiculado durante a segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, nesta terça-feira. Presidente Donald Trump, ladeado por Jon Ponder e o ex-agente do FBI Richard Beasley na cerimônia de indulto presidencial veiculada durante a convenção republicana nesta terça (25)
Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump assinou um indulto presidencial a Jon Ponder, condenado por assaltar um banco em Nevada. A oficialização foi divulgada em um vídeo gravado para a segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25). Após sua prisão, Ponder fundou um programa de reintegração para ex-presidiários.
Duas questões que ameaçam a reeleição de Trump e como ele pode superá-las
Trump x Biden: um guia simples para entender as eleições nos EUA
“Acreditamos que cada pessoa é feita por Deus com um propósito”, disse Trump. “Vou continuar a dar a todos os americanos, incluindo ex-presidiários, a melhor chance de construir uma vida nova e concretizar seu próprio sonho americano.”
Trump fala em vídeo durante a segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, nos EUA, nesta terça (25)
Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters
Em um vídeo gravado dentro da Casa Branca, Trump considerou o exemplo de Ponder como um “belo testemunho do poder da redenção”. No vídeo, Ponder posa ao lado de Richard Beasley, ex-agente do FBI que o prendeu em 2004.
“Minha esperança para a América é que ex-presidiários tenham a oportunidade, que tirarem vantagem do fato de que vivemos em uma nação de segundas chances”, disse Ponder. “Tenho esperança que as autoridades policiais, e as pessoas das comunidades em todo o nosso país, possam se unir e perceber que, como americanos, temos mais em comum do que diferenças.”
Jon Ponder, condenado por assaltar um banco em Nevada, aparece em vídeo durante a convenção republicana nesta terça (25)
Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters
Também durante a convenção republicana, foi exibida uma gravação da Casa Branca em que cinco imigrantes repetiram o juramento oficial dos EUA durante uma cerimônia de naturalização.
A convenção republicana continua até a quinta-feira (27), data em que Donald Trump irá aceitar oficialmente a nomeação do partido como candidato à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 3 de novembro.
Na programação de quarta-feira (26), os destaques deverão ser os discursos do atual vice-presidente Mike Pence e Kellyanne Conway, assessora de Trump e gerente da campanha do republicano em 2016 que deixará seu posto na Casa Branca no final do mês para se dedicar mais à família.
Mais notícias sobre as eleições nos EUA
Initial plugin text