Carla Vieira da Silva chegou à cidade mineira noite desta segunda (22). Durante o tratamento no Rio de Janeiro, com ajuda da equipe médica, ela conseguiu localizar a família. Carla reencontra família em Lagoa da Prata
TV Integração/Reprodução
Emoção e alegria marcaram o retorno da mineira Carla Vieira da Silva, de 37 anos, para Lagoa da Prata. Carla viveu por mais de dez anos nas ruas do Rio de Janeiro, sem ver nenhum parente. Após ser internada no Hospital Ronaldo Gazolla, na capital fluminense, para tratar da Covid-19, ela conseguiu se curar da doença e pode rever os familiares na noite desta segunda-feira (22).
Carla foi recebida pelos pais, irmãos, sobrinhos e amigos. Ela foi internada no dia 15 de maio e recebeu alta nesta segunda, no dia do aniversário e que marcou o retornou para Minas Gerais. O encontro foi acompanhado pela equipe da TV Integração. Veja o vídeo.
“Eu renasci. Não via condições de sair da Covid-19, mas consegui e renasci com a minha família aqui. Eu renasci”, disse Carla.
Mulher em situação de rua que se curou da Covid-19 reencontra família em Lagoa da Prata
O pai de Carla, Milton Vieira da Silva, contou que todos esses anos a família sempre se preocupou com ela.
“É muita felicidade, emoção. Nesse tempo todo dela longe da gente, sempre ficamos preocupados em saber se ela estava se alimentando, onde estava dormindo, vivendo. Ficamos satisfeitos de ver ela aqui coma gente, bem”, disse.
Ajuda da equipe médica
Sem teto há uma década, Carla chegou ao hospital com outras doenças e a principal é a dependência química. Carla era usuária de crack.
“Quando fui chamada para atender a Carla eu fiz o atendimento dentro de um elevador. Ela estava tentando sair à revelia do hospital e eu percebi que ela precisava, sobretudo, de acolhimento”, lembrou a psicóloga Paola Dantas.
Moradora em situação de rua curada da Covid-19 tem alta de Hospital no Rio de Janeiro
TV Integração/Reprodução
Para superar o coronavírus no hospital, os principais remédios foram as ações da equipe interdisciplinar. Carla passou a colocar no papel em forma de desenhos, os anseios de uma vida nova.
“Ela desenhava muitas flores, pessoas, ou seja, vínculos. Através dessa internação ela floresceu”, observou a psicóloga.
A descoberta da família
A equipe de enfermagem contou que soube que a família de Carla era de Lagoa da Prata, justamente porque a paciente entregou uma carta com informações sobre os pais que moram na cidade.
Depois disso, a equipe começou a localizar os familiares por meio da Secretaria de Saúde do município. Foi então que começaram as visitas virtuais que fortaleceram a paciente ainda mais. Foram os primeiros contatos dela com a família, depois desse longe período longe de casa.
Moradora em situação de rua curada da Covid-19 deve reencontrar a família em Lagoa da Prata
TV Integração/Reprodução
Cura da Covid-19
A ex-moradora em situação de rua teve alta do Hospital com direito a presentes, novas tranças no cabelo e muitos aplausos.
“Ela está ótima, não precisou ser entubada, não precisou ir para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Seguiu os tratamentos na enfermaria e desenvolveu muito bem”, contou a coordenadora de enfermagem, Joyce Dionísio.